DESTAQUE nº 55 - JAN 2017
DESTAQUE nº 56 - MAI 2017
DESTAQUE Nº 57 - SET 2017
Quem Somos
Empresas Associadas
Actividades
Sistemas de Canalização
Especificações e Gamas
Aplicações
Certificação
Tubos de aço
Acessórios
Válvulas
Processos de ligação
Fichas técnicas
Instalação
Documentação
 
RI Algoritmo
RI Especificações
RI Procedimento
RI Exemplo
RI-Sprinklers Algoritmo
RI-Sprinklers Especificações
RI-Sprinklers Procedimento
RI-Sprinklers Exemplo
Gás Algoritmo
Gás Especificações
Gás Procedimento
Gás Exemplo
Águas Algoritmo
Águas Especificações
Águas Exemplo
Formação - Jornadas técnicas
Documentos de Inspecção
Notícias
Estatísticas
FAQS
Links
contactos
PESQUISA
LOGIN

Recuperar senhaRegisto
Newsletter
Águas Procedimento
Fases Descrição da fase N.º Característica Simbologia Unidades
0 Organizar Desenho da Instalação: 0.2 Codificação da instalação. Ex. A, B, C, etc.
Codificar ou numerar sequêncialmente, a partir da Fonte de Alimentação do edifício inclusivé, todos os Nós e Dispositivos da instalação.
0.1 N.º de troços de uma instalação N
(Deste modo definem-se os diversos "N" troços de tubagem a dimensionar)
1 Dados de Entrada: 
Decidir qual a fórmula de dimensionamento a utilizar para a determinação das perdas de carga unitárias 1,1 Fórmulas possíveis: 1. Flamant, 2. Hazen & Williams, 3. Darcy & Weisbach ou 4. Fair & Whipple & Hsiao.
Fixar o factor de rugosidade aplicável a tubagens em aço para condução de água fria. 1.2 Factor de Rugosidade C, b ou f f (mm)
Fixar a Pressão de Abastecimento mínima. 1.3 Pressão de abastecimento mínima Pmín.A. kPa
Fixar a pressão mínima à entrada de cada dispositvo. 1.4 Pressão mínima nos dispositivos Pmín.D. kPa
Fixar a % de afectação das perdas de carga locais. 1.5 % de afectação das perdas carga localizadas J% %
Fixar a velocidade de escoamento admissível. 1.6 Velocidade admissível Vadm. m/s
Fixar o nível de conforto: Baixo (B), Médio (M) ou Elevado (E). 1.7 Nível de conforto B, M ou E
Fixar caso de unidade hoteleira ou utilização de simultaneidade total (100 %) 1.8 Incremento dos caudais de cálculo %
Definir quais e quantos dispositivos estão envolvidos e respectivos caudais intantâneos. 1.9 Caudal instantâneo do dispositivo Qdispositivo l/s
2 Introduzir a codificação dos diferentes troços estabelecida no desenho da instalação (Fase 0), definindo automaticamente os diversos "N" troços de tubagem, em consequência dessa mesma codificação. Seleccionar a dimensão e caudal instantâneo dos dispositivos utilizados. Ou consultar valores específicos para o caudal, especificados pelos fabricantes dos dispositivos.
0.1 N.º de troços de uma instalação N
Imputar a cada troço em análise o número total de Tipologias ou Dispositivos  abastecidos, na(s) coluna(s) correspondente(s) à(s) Tipologia(s) ou Dispositivo(s) utilizado(s). 2.1 Nº de Tipologias ou Dispositivos abastecidos
3 Imputar a cada troço da instalação o respectivo comprimento e desnível. Por opção, adicionar ao comprimento do troço de tubo em análise, as perdas de carga referentes aos acessórios utilizados, por consulta do Quadro 2. 3.1 Comprimento do troço Lreal m
3.2 Desnível do troço h m
3.3 Comprimento equivalente local Leq.local m
Determinar o comprimento equivalente de cada troço: 3.4 Comprimento equivalente do troço Leq m
4 Determinar para cada troço o correspondente Caudal Acumulado. 4.1 Caudal Acumulado Qacumul. l/s
Determinar para cada troço o correspondente factor de Simultaneidade, caso o número de dispositivos alimentados seja igual ou superior a dois. 4.2 Factor de Simultaneidade S
Determinar para cada troço o correspondente caudal de cálculo. 4.3 Caudal de cálculo Qtroço l/s
5 Impor, se necessário, um diâmetro interior mínimo para uma instalação tipo , diferente do a seguir proposto. 5.1 Diâmetro interior imposto Di imposto mm
Impor o diâmetro interior mínimo requerido. 5.2 Diâmetro interior normalizado do tubo de aço Di mm
Determinar, para cada troço, o correspondente diâmetro enterior normalizado da tubagem de aço com costura, em conformidade com a norma europeia EN 10255 (Série Média) ou equivalente. 5.3 Diâmetro Exterior D mm
6 Começando-se pelo entrada da alimentação, atribui-se à mesma a pressão mínima de alimentação fixada, passando a corresponder à Pressão Inicial (Pi) nesse ponto. No correspondente troço, calcular sequêncialmente (do inicío para o fim), as respectivas Pressão Final (Pf), através da fórmula de Hazen & Williams (Flamant ou outra) e Pressão Final Corrigida (Pfc) considerando  a perda de carga devida à altura. 6.1 Pressão Inicial no troço Pi kPa
6.2 Pressão Final no troço Pf kPa
Percorrer a instalação considerada para cálculo das pressões instaladas em cada troço, do início para o fim, com base no seguinte raciocínio:  6.3 Pressão Final Corrigida no troço Pfc kPa
a) A Pressão Inicial (Pi) de um qualquer troço, deverá ser a Pressão Final Corrigida (Pfc) de um troço situado imediatamente a montante.
b) A Pressão Final Corrigida (Pfc) de um qualquer troço, deverá ser a Pressão Inicial (Pi) do(s) troço(s) situado(s) imediatamente a jusante. 
7 Calcular a perda de carga unitária ( J ) de cada troço: 7,1 Perda de carga unitária J kPa/m
Calcular a perda de carga dinâmica ( ΔP ) de cada troço: 7.2 Perda de carga dinâmica no troço ΔP kPa
Calcular a perda de carga total ( ΔPc ) de cada troço: 7.3 Perda de carga total no troço ΔPc kPa
Calcular a perda de carga acumulada (ΔPacum.) no final de cada troço: 7.4 Perda de carga acumulada no troço ΔPacum. kPa
Calcular a perda de carga acumulada admissível (ΔPadm.): 7.5 Perda de carga admissível ΔPadm. kPa
8 Calcular a velocidade de escoamento em cada troço: 8.1 Velocidade de escoamento no troço m/s
9 Calcular a pressão mínima a jusante ( Pmín. J.): 9.1 Pressão mínima a jusante Pmín. J. kPa

10 Verificar se a perda de carga acumulada em cada troço (ΔPacum.) é inferior à admissível (ΔPadm.) e se a velocidade de escoamento em cada troço (V) é inferior à admissível (Vadm.), com um mínimo de 0,5 m/s. Se tal não suceder, subir um escalão no valor do diâmetro interior normalizado desse troço e regressar à fase 8 do presente procedimento.
 
© APTA 2017
Política de Privacidade | Termos e Condições | Adicionar aos Favoritos
Máquina Digital