DESTAQUE nº 55 - JAN 2017
DESTAQUE nº 56 - MAI 2017
DESTAQUE Nº 57 - SET 2017
Quem Somos
Empresas Associadas
Actividades
Sistemas de Canalização
Especificações e Gamas
Aplicações
Certificação
Tubos de aço
Acessórios
Válvulas
Fichas técnicas
Instalação
Documentação
Cálculo
Formação - Jornadas técnicas
Documentos de Inspecção
Notícias
Estatísticas
FAQS
Links
contactos
PESQUISA
LOGIN

Recuperar senhaRegisto
Newsletter
Processos de ligação

Os diversos processos utilizados para a ligação de tubos de aço de uma instalação, destinam-se não apenas a unir os diversos troços tubo entre si, dado que os tubos de aço são fornecidos com um comprimento normalizado (por ex. 6 metros), mas também a unir esses tubos aos acessórios, válvulas, bombas, reservatórios e outros equipamentos.

Os principais processos de ligação de tubos em aço são os seguintes:

1. Ligações roscadas; 
2. Ligações soldadas;
3. Ligações ranhuradas;
4. Ligações por compressão;
5. Ligações flangeadas.

Os principais factores de selecção entre os cinco processos de ligação anteriores numa determinda instalação têm a seguinte tradução:

a. Tipo de fluído;
b. Pressão e temperatura de serviço;
c. Dimensão da tubagem;
d. Espessura do tubo de aço;
e. Existência de revestimento interno dos tubos; 
f. Necessidade de desmontagem;
g. Localização da(s) ligação(ões);
h. Custo.

Em todas as instalações de tubagens destacam-se quatro utilizações das ligações, a saber:

u1. Ligações correntes de emenda entre dois tubos;
u2. Ligações entre um tubo e um acessório de tubagem ou entre dois acessórios, visando a realização de mudanças de direcção, derivações, cruzamentos, reduções do diâmetro (através de curvas, joelhos, tês, cruzetas, reduções, etc.);
u3. Ligações da tubagem a componentes desmontáveis incorporados ao longo da mesma, tais como: válvulas, contadores, purgadores, etc.;
u4. Ligações da tubagem a componentes desmontáveis incorporados nos extremos da mesma, a montante ou a jusante, consistindo na união a um equipamento, máquina ou dispositivo, como por exemplo: depósito, bomba, compressor, caldeira, torneira, etc.

Estas quatro utilizações descritas podem, em termos de função, ser agrupadas em dois tipos:

- Ligações permanentes, que compreendem as utilizações u1 e u2;

- Ligações desmontáveis e remontáveis, extensiveis às utilizações u3 e u4.

Toda a anterior reflexão realça o fundamental papel dos acessórios de tubagem, que sendo desenhados com o objectivo de incorporar todas as necessidades e especificidades anteriormente descritas, resultam numa diversidade de soluções resumida na figura abaixo.

 

 

 

 
© APTA 2017
Política de Privacidade | Termos e Condições | Adicionar aos Favoritos
Máquina Digital