DESTAQUE Nº 65 - JUL 2021
DESTAQUE Nº 64 - JAN 2021
DESTAQUE Nº 63 - JUL 2020
DESTAQUE Nº 62 - JAN 2020
DESTAQUE Nº 61 - JUL 2019
DESTAQUE Nº 60 - JAN 2019
DESTAQUE Nº 58/59 - JAN 2018
DESTAQUE Nº 57 - SET 2017
DESTAQUE nº 56 - MAI 2017
DESTAQUE nº 55 - JAN 2017
Sistemas de Canalização
Especificações e Gamas
Aplicações
Certificação
Tubos de aço
Acessórios de Tubagens
Roscas de Tubagens
Válvulas Ranhuradas
Válvulas Industriais
Fichas técnicas - Sistemas
Processos de ligação
Instalação - Orientações
Documentação APTA
Cálculo Hidráulico
Jornadas técnicas
Documentos de Inspecção
FAQS
Quem Somos
Actividades
Estatísticas
Empresas Associadas
contactos
Links
PESQUISA
LOGIN

Recuperar senhaRegisto
Newsletter
Notícias

Publicação da APTitude n.º 65 – Julho 2021

Informamos da publicação do n.º 65 da nossa revista de informação APTitude, estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque: Roscas de tubagens - Normas Europeias

Caracterizando e diferenciando os dois principais tipos de roscas utilizáveis de uma forma sustentada na normalização europeia aplicável. Sendo detalhadas a forma, dimensões e funcionamento das roscas com e sem estanquidade nos filetes, respectivamente sustentadas nas normas NP EN 10226-1 e NP EN ISO 228-1. Adicionalmente, são descritos e exemplificados os modos de designação normalizada destes tipos de roscas, culminando na apresentação de diversos exemplos de utilização e análise da importante questão relacionada com a eventual combinação de roscas de ligação com roscas de fixação.

De facto e com base na nossa experiência prática, permitimo-nos afirmar que este tema das “roscas” é muitas vezes tratado de uma forma demasiado simplista, do género: se têm a mesma dimensão, então são automaticamente compatíveis e sendo pretendida estanquidade no filete, basta colocar material auxiliar de vedação em grande quantidade quando aparentemente não estanca.

Assim, é nosso objectivo incutir uma maior sensibilidade na análise de sistemas de roscagem, através de exemplos típicos, na convicção de que os mesmos devem estar sustentados em normalização aplicável, para garantir a sua funcionalidade e em particular, uma adequada compatibilidade, mas a sua correcta especificação e instalação são fundamentais para que cumpram o seu fundamental papel na união de tubagens.

Exclusivamente para utilizadores registados.

 

 

 

 

 

 

 
Lançamento dos Manuais do Projectista 2021 da APTA - Setembro 2021

 

Este conjunto de 4 Manuais do Projectista especialmente dedicados aos profissionais de dimensionamento hidráulico de redes de canalização, pretende ser um contributo da A.P.T.A., com vista a dotar os referidos profissionais de informação técnica útil ao desempenho da sua actividade, numa óptica de utilização dos sistemas de tubagem com:

- Uniões roscadas estanques EN 10226-1.

- Uniões por compressão (juntas rápidas).

- Uniões ranhuradas.

Consistindo nos seguintes 4 manuais 2021:

#1 Dimensionamento de tubagens de aço em instalações de gás para edifícios através de ligações roscadas e com recurso à Folha de Folha de Cálculo APTA de Dimensionamento de Instalações de Gás para Edifícios;

#2 Dimensionamento de tubagens de aço em instalações de segurança contra incêndio com sprinklers com recurso à folha de cálculo APTA para o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios do tipo extinção automática através de sprinklers;

#3 Dimensionamento de tubagens de aço em instalações de segurança contra incêndio convencionais com recurso à folha de cálculo APTA para o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios dos tipos convencionais;

#4 Dimensionamento de tubagens de aço galvanizado em redes de águas para edifícios com recurso à folha de cálculo APTA para o dimensionamento de redes prediais.

Nota importante: a descarga dos diversos manuais da APTA implica um registo prévio neste sítio.

 

Publicação da APTitude n.º 65 – Julho 2021

 

Informamos da publicação do n.º 65 da nossa revista de informação APTitude, estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque: Roscas de tubagens - Normas Europeias

Caracterizando e diferenciando os dois principais tipos de roscas utilizáveis de uma forma sustentada na normalização europeia aplicável. Sendo detalhadas a forma, dimensões e funcionamento das roscas com e sem estanquidade nos filetes, respectivamente sustentadas nas normas NP EN 10226-1 e NP EN ISO 228-1. Adicionalmente, são descritos e exemplificados os modos de designação normalizada destes tipos de roscas, culminando na apresentação de diversos exemplos de utilização e análise da importante questão relacionada com a eventual combinação de roscas de ligação com roscas de fixação.

De facto e com base na nossa experiência prática, permitimo-nos afirmar que este tema das “roscas” é muitas vezes tratado de uma forma demasiado simplista, do género: se têm a mesma dimensão, então são automaticamente compatíveis e sendo pretendida estanquidade no filete, basta colocar material auxiliar de vedação em grande quantidade quando aparentemente não estanca.

Assim, é nosso objectivo incutir uma maior sensibilidade na análise de sistemas de roscagem, através de exemplos típicos, na convicção de que os mesmos devem estar sustentados em normalização aplicável, para garantir a sua funcionalidade e em particular, uma adequada compatibilidade, mas a sua correcta especificação e instalação são fundamentais para que cumpram o seu fundamental papel na união de tubagens.

Exclusivamente para utilizadores registados. 

 

Lançamento das versões 2021 do portefólio de folhas de cálculo da APTA – Junho 2021

 

É com muito gosto que informamos o lançamento das versões 2021 das seguintes folhas de cálculo em “Excel” desenvolvidas pela APTA:

1. Dimensionamento hidráulico de redes convencionais de segurança contra incêndios dos tipos:

- Rede Armada com bocas dos tipos carretel ou teatro;

- Coluna húmida;

- Coluna seca.

2. Dimensionamento hidráulico de redes de extinção automática de incêndios através de sprinklers.

3. Dimensionamento hidráulico de instalações de gás para edifícios (média e baixa pressão).

4. Dimensionamento hidráulico de redes de águas prediais.

As mesmas estão disponíveis para descarga neste sítio na opção: DOCUMENTAÇÃO APTA.

Exclusivamente para utilizadores registados.

 

Lançamento da Revisão 2021 dos Manuais do Instalador da APTA - 5 Abril 2021

Este conjunto de Manuais do Instalador especialmente dedicados aos profissionais de instalação de redes de canalização, pretende ser um contributo da A.P.T.A., com vista a dotar os referidos profissionais de informação técnica útil ao desempenho da sua actividade, numa óptica de utilização dos sistemas de tubagem com:

- Uniões roscadas estanques EN 10226-1.

- Uniões por compressão (juntas rápidas).

- Uniões ranhuradas.

Consistindo nos seguintes 5 manuais revistos em Março 2021:

#1  Sistema de canalização com uniões roscadas;

#2  Sistema de canalização por juntas rápidas;

#3  Sistema de canalização com uniões ranhuradas;

#4  Aplicação de tubagens de aço em instalações de gás;

#5  Diversos temas em destaque.

Nota importante: a descarga dos diversos manuais da APTA implica um registo prévio neste sítio.

 

Alteração do nome da empresa nossa associada PORFITE para ATUSA PORTUGAL - 1 Fevereiro 2021

A partir de 1 de Fevereiro de 2021 a empresa PORFITE Lda passa a denominar-se ATUSA PORTUGAL LDA.

É uma alteração da designação em consequência da crescente integração entre as sucursais europeias do grupo ATUSA.

A ATUSA é agora um único grupo europeu, forte, unido e a partir de hoje ainda mais integrado não só na marca, mas também na logística e no serviço aos seus clientes.

Este importante passo ajudará a melhorar ainda mais os padrões de serviço e qualidade da empresa nossa associada e possibilitará um aumento significativo da gama de produtos disponíveis, fortalecendo ainda mais as cooperações em curso e certamente originando novas sinergias.

 

Segurança Contra Incêndios em Edifícios – Nova legislação relevante – 18 Setembro 2020

Publicação do Despacho n.º 8953/2020 de 18 de Setembro, que procede à aprovação da Nota Técnica n.º 16 – Sistemas Automáticos de Extinção de Incêndio por Água da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

As tubagens a serem utilizadas e respectivos acessórios estão especificados em detalhe na Secção 7.1 do documento em causa (páginas 20 e 21 da versão PDF).

 

Segurança Contra Incêndios em Edifícios – Nova legislação relevante – 17 Setembro 2020

 

Publicação do Despacho n.º 8904/2020 de 17 de SetembroProcede à aprovação da Nota Técnica n.º 13 – Redes Secas e Húmidas da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC). Sendo revogado o Despacho n.º 12605/2013, publicado no Diário da República, 2.ª série, N.º 191, de 3 de outubro de 2013.

Chama-se a atenção para a forte sustentação deste documento em normalização europeia.

Adicionalmente também foram hoje publicadas as revisões das seguintes notas técnicas relacionadas:

  • Nota Técnica n.º 08 - Grau de prontidão dos meios de socorro;
  • Nota Técnica n.º 14 - Fontes de abastecimento de água para o Serviço de Incêndio (SI);
  • Nota Técnica n.º 15 - Centrais de bombagem para o Serviço de Incêndio.
Segurança Contra Incêndios em Edifícios – Nova legislação relevante – 1 Setembro 2020

 

Publicação da Portaria n.º 208/2020 de 1 de Setembro – Procede à primeira alteração à Portaria n.º 773/2009, de 21 de julho, que define o procedimento de registo, na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, das entidades que têm por objeto a atividade de comercialização, instalação ou manutenção de equipamentos e sistemas de segurança contra incêndio em edifícios - Entra em vigor a 1 de Outubro de 2020.

 

Segurança Contra Incêndios em Edifícios – Nova legislação relevante - 2 Junho 2020

 

Publicação da Portaria n.º 135/2020 de 02 de junho - Alteração ao Regulamento Técnico de Segurança Contra Incêndio em Edificios aprovado pela Portaria n.º 1532/2008, de 29 de dezembro - Entra em vigor a 01 de agosto de 2020

Finalmente verifica-se a necessária compatibilização entre as disposições regulamentares nacionais relativas às bases de dimensionamento das bocas de incêndio armadas dos tipos carretel e teatro, com as respectivas características obrigatórias de desempenho hidráulico, nos termos das NP EN 671-1 e NP EN 671-2, por via da obrigatoriedade da marcação CE. Passando a ser utilizado o conceito de coeficiente de descarga K para caracterizar as bocas de incêndio armadas utilizáveis.

Recordamos qua a APTA foi a primeira instituição nacional a alertar para esta questão, em Setembro de 2015, através de análises técnicas realizadas nos n.º 51 e n.º 52 da nossa revista APTitude.

Esta compatibilização foi implementada através da revisão dos Artigos 167.º e 171.º.

 

Lançamento das versões 2020 do portefólio de folhas de cálculo da APTA – Janeiro 2020

 

É com muito gosto que informamos o lançamento das versões 2020 das seguintes folhas de cálculo em “Excel” desenvolvidas pela APTA:

1. Dimensionamento hidráulico de redes convencionais de segurança contra incêndios dos tipos:

- Rede Armada com bocas dos tipos carretel ou teatro;

- Coluna húmida;

- Coluna seca.

2. Dimensionamento hidráulico de redes de extinção automática de incêndios através de sprinklers.

3. Dimensionamento hidráulico de instalações de gás para edifícios (média e baixa pressão).

4. Dimensionamento hidráulico de redes de águas prediais.

Com as seguintes principais novidades:

Específicas para as duas folhas RI da APTA:

Implementação dos seguintes critérios em conformidade com a norma EN 12845 e a Nota Técnica 15 da ANEPC (Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil):

A dimensão da tubagem de aspiração fica, por defeito, sujeita aos seguintes requisitos:

  1. Quando em aspiração positiva: deve ter uma dimensão nominal mínima de DN 65 e ser igual ou superior à dimensão máxima da tubagem de compressão. A respectiva velocidade máxima não deve exceder 1,8 m/s para o caudal de sobrecarga.
  2. Quando em aspiração negativa: deve ter uma dimensão nominal mínima DN 80 e ser igual ou superior à dimensão máxima da tubagem de compressão. A respectiva velocidade máxima não deve exceder 1,5 m/s para o caudal de sobrecarga.

O volume do reservatório é calculado com base num caudal mínimo correspondente ao caudal de sobrecarga, definido como 140% da necessidade de caudal em condições críticas de pressão. De forma relacionada, a bomba deve ser capaz de fornecer 140% dessa necessidade de caudal a uma pressão não inferior a 70% da correspondente necessidade de pressão.

Implementado em todas as folhas de cálculo APTA:

Foi melhorado o conforto na utilização das folhas de cálculo, nomeadamente através da implementação de realces automáticos das células em uso e características directamente relacionadas, tornando-as deste modo ainda mais “amigáveis”.

 

Como é habitual, a mesma já poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo, função, designação da empresa e morada completa.

Também estão disponíveis para descarga no presente sítio apta.pt na zona de DOCUMENTAÇÃO APTA, mas unicamente para Utilizadores Registados:

Ficamos na expectativa da análise crítica que certamente e conforme é habitual, os nossos prezados leitores farão.

 

Está iminente o lançamento das versões 2020 das folhas de cálculo APTA – Dezembro 2019

 

No início do próximo ano serão lançadas as versões 2020 das folhas de cálculo APTA, com as seguintes principais novidades:

Específicas para as duas folhas RI da APTA:

Implementação dos seguintes critérios em conformidade com a norma EN 12845 e a Nota Técnica 15 da ANEPC (Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil).

A dimensão da tubagem de aspiração fica, por defeito, sujeita aos seguintes requisitos:

  1. Quando em aspiração positiva: deve ter uma dimensão nominal mínima de DN 65 e ser igual ou superior à dimensão máxima da tubagem de compressão. A respectiva velocidade máxima não deve exceder 1,8 m/s para o caudal de sobrecarga.
  2. Quando em aspiração negativa: deve ter uma dimensão nominal mínima DN 80 e ser igual ou superior à dimensão máxima da tubagem de compressão. A respectiva velocidade máxima não deve exceder 1,5 m/s para o caudal de sobrecarga.

O volume do reservatório é calculado com base num caudal mínimo correspondente ao caudal de sobrecarga, definido como 140% da necessidade de caudal em condições críticas de pressão. De forma relacionada, a bomba deve ser capaz de fornecer 140% dessa necessidade de caudal a uma pressão não inferior a 70% da correspondente necessidade de pressão.

Implementado em todos as folhas de cálculo APTA:

Foi melhorado o conforto na utilização das folhas de cálculo, nomeadamente através da implementação de realces automáticos das células em uso e características directamente relacionadas, tornando-as deste modo ainda mais “amigáveis”.

 

Publicação da APTitude n.º 61 – Julho 2019

Informamos da publicação do n.º 61 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Como tema em destaque efectuamos uma apresentação e análise da Versão Portuguesa da Norma Europeia EN 1092-1, intitulada: Flanges de aço conformes a norma NP EN 1092-1 - Flanges e suas junções - Flanges circulares para tubagens, válvulas, acessórios e componentes, designação PN - Parte 1: Flanges de aço.

Esta norma contém os requisitos aplicáveis a flanges circulares com designações PN 2,5 a PN 400 e dimensões nominais DN 10 a DN 4000.

Detalha os tipos de flanges e suas frentes de junção, respectivas dimensões e tolerâncias, tipo de rosca (quando aplicável), dimensões dos parafusos, exigências de marcação, as qualidades de aço utilizáveis, as relações pressão/temperatura aplicáveis e massas aproximadas dos diversos tipos de flanges.

É um documento técnico que regula por cima os requisitos de qualidade aplicáveis às flanges de aço para canalizações, substituindo e anulando uma série de normas nacionais puras até ao momento intensamente utilizadas, em particular um vasto conjunto de normas DIN. Sendo de facto, uma norma indispensável a uma correcta e objectiva especificação das flanges de aço para canalizações.

Neste artigo técnico também são apresentados alguns exemplos de aplicação das flanges de aço NP EN 1092-1, sendo o mesmo finalizado com uma recolha de normas europeias aplicáveis a tubos de aço para canalizações, para utilização com as flanges em causa.

 

Publicação da APTitude n.º 60 – Janeiro 2019

Informamos da publicação do n.º 60 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque: Exemplo de cálculo de uma R.I.A. para uma Oficina de Manutenção Automóvel.

Este dimensionamento foi desenvolvido salvaguardando a fundamental compatibilização entre as disposições regulamentares nacionais de caudal e pressão aplicáveis às bocas tipo carretel, com as respectivas características obrigatórias de desempenho hidráulico, nos termos da NP EN 671-1, por via da obrigatoriedade da marcação CE.

De facto, esta compatibilização implica que na gama normalizada prevista na norma Europeia em causa, caracterizada por 8 diferentes níveis de desempenho hidráulico das bocas tipo carretel, apenas os 2 níveis mais elevados poderão ser utilizados. Em concreto, somente as bocas de incêndio com os coeficientes de descarga K = 42 e K = 64, conseguem debitar o caudal mínimo de 90 litros/min exigido regulamentarmente em condições de pressão aceitáveis. Sendo ainda necessário, no caso da utilização de bocas com um K = 42 (as mais correntes no mercado), garantir que as mesmas são alimentadas com uma pressão mínima de 460 kPa, valor este significativamente acima da pressão mínima de 250 kPa exigida pela regulamentação nacional.

Adicionalmente, também se procedeu à aplicação do método dos comprimentos equivalentes aos diversos acessórios de união ranhurada utilizados na instalação, com recurso à matriz de afectação dos acessórios a serem utilizados em cada troço em análise, que consta no Quadro 2 da folha de cálculo da APTA. Onde através da introdução do n.º de acessórios em causa, é automaticamente consultado e contabilizado o correspondente valor da perda de carga local.

 

Publicação da APTitude n.º 59 – Julho 2018

Informamos da publicação do n.º 59 da nossa revista de informação APTitude, estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque: Tipos de válvulas para aplicação em redes de águas - Continuação.

Sendo complementada a descrição dos principais tipos de válvulas para aplicação em redes de águas, apresentada na APTitude n.º 58, com uma nova série de exemplos práticos das válvulas em causa.

Actualização do Certificado CERTIF referente a acessórios de canalização – Março 2018

No contexto da certificação obrigatória, por via do Decreto-Lei n.º 390/89 de 9 de Novembro, confirmado pela Portaria n.º 193/2005 de 17 de Fevereiro (Capítulo XXI, Secção III), a CERTIF procedeu à actualização do certificado referente aos acessórios roscados fabricados em ferro fundido maleável, das marcas EO e GE da empresa nossa Associada Porfite Lda.

Assim, esta certificação da conformidade com a norma europeia aplicável EN 10242, passou a estar sustentada no certificado CERTIF n.º TAC-001/2018, com data de validade até 2023-03-01.

Este novo certificado substitui e anula o certificado CERTIF n.º TAC-006/2013.

APTitude passa a ser editada exclusivamente em formato digital – Janeiro 2018

Por razões de protecção ambiental e optimização dos recursos humanos e financeiros envolvidos na produção da APTitude, informamos que esta nossa revista técnica, a partir do n.º 58 inlcusive, passou a ser distribuída unicamente em formato PDF e a respectiva periodicidade de publicação passa a ser semestral.

Lançamento da versão 2018 da folha de cálculo de redes de águas para edifícios - Janeiro 2018

Está disponível a versão 2018 da folha de cálculo APTA - Redes de águas para edifícios, já dotada com a nova funcionalidade que possibilita uma aplicação mais expedita do método dos comprimentos equivalentes aos diversos acessórios de união utilizados.

Como é habitual, a mesma poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo do profissional, função, designação da empresa e morada completa.

Em alternativa e após um registo prévio neste sítio, também poderá efectuar a descarga desta versão da folha de cálculo APTA na opção DOCUMENTAÇÃO. Este registo prévio é realizado clicando em “Registo”, situado abaixo do menu localizado à esquerda, seguido do preenchimento de um pequeno questionário de identificação, que culmina no envio para o e-mail indicado de um “link” de validação, seguido da “password” associada ao Utilizador.

Publicação da APTitude n.º 56 – Maio 2017

Informamos da publicação do n.º 56 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque: Exemplo de dimensionamento hidráulico de instalação com sprinklers do tipo húmida através da folha de cálculo APTA - versão 2017v2.

Este dimensionamento, já realizado com recurso à versão 2017v2 da folha de cálculo de redes de incêndio com sprinklers, tem as seguintes particularidades:

  1. Foi calculado com recurso aos critérios Português (RTSCIE – Portaria n.º 1532/2008) e Americano (NFPA 13), sendo realizada uma comparação entre os resultados obtidos com os dois critérios.
  2. Foi utilizada a nova funcionalidade que possibilita uma aplicação mais expedita do método dos comprimentos equivalentes aos diversos acessórios de união a serem utilizados na instalação.
Está eminente a publicação da versão portuguesa da norma europeia EN 12845 – Setembro 2017

No contexto das redes de sprinklers, informamos que está eminente a publicação da versão portuguesa da norma europeia EN 12845 – Sistemas fixos de extinção – Sistemas automáticos de extinção por sprinklers – Concepção, instalação e manutenção. Esta tradução é da responsabilidade da APSEI, enquanto organismo de normalização sectorial no domínio da segurança contra Incêndios.

LANÇAMENTO DA VERSÃO 2017v2 DA FOLHA DE CÁLCULO DE REDES DE EXTINÇÃO AUTOMÁTICA COM SPRINKLERS – Maio 2017

É com muito gosto que informamos que a versão 2017v2 da nossa folha de cálculo “Excel”, que possibilita de uma forma expedita o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios do tipo extinção automática com sprinklers. Esta nova versão foi dotada de três novas capacidades, a saber:

  1. Aplicação mais expedita do método dos comprimentos equivalentes aos diversos acessórios de união a serem utilizados na instalação.    
  2. Possibilidade de incorporação das características hidráulicas da tubagem de aspiração de forma integrada com a tubagem de compressão, possibilitando uma análise global da instalação.
  3. Explicitação automática e de forma gráfica das principais curvas hidráulicas da instalação e pontos de funcionamento esperados.

Como é habitual, a mesma já poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo, função, designação da empresa e morada completa. Ficamos na expectativa da análise crítica que certamente e conforme é habitual, os nossos prezados leitores farão.

 

LANÇAMENTO DA VERSÃO 2017 DA FOLHA DE CÁLCULO DE REDES DE ÁGUAS PARA EDIFÍCIOS - Janeiro 2017

É com muito gosto que informamos que a versão 2017 da nossa folha de cálculo “Excel”, que possibilita de uma forma expedita o dimensionamento de redes de águas para edifícios. Esta nova versão foi dotada de duas novas capacidades, a saber:

  1. Possibilidade de incorporação das características hidráulicas da tubagem de aspiração de forma integrada com a tubagem de compressão, possibilitando uma análise global da instalação.
  2. Explicitação automática e de forma gráfica das principais curvas hidráulicas da instalação e pontos de funcionamento esperados.

Como é habitual, a mesma já poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo, função, designação da empresa e morada completa. Ficamos na expectativa da análise crítica que certamente e conforme é habitual, os nossos prezados leitores farão.

 

LANÇAMENTO DA VERSÃO 2017 DA FOLHA DE CÁLCULO DE REDES DE EXTINÇÃO AUTOMÁTICA COM SPRINKLERS - Janeiro 2017

É com muito gosto que informamos que a versão 2017 da nossa folha de cálculo “Excel”, que possibilita de uma forma expedita o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios do tipo extinção automática com sprinklers. Esta nova versão foi dotada de duas novas capacidades, a saber:

  1. Possibilidade de incorporação das características hidráulicas da tubagem de aspiração de forma integrada com a tubagem de compressão, possibilitando uma análise global da instalação.
  2. Explicitação automática e de forma gráfica das principais curvas hidráulicas da instalação e pontos de funcionamento esperados.

Como é habitual, a mesma já poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo, função, designação da empresa e morada completa. Ficamos na expectativa da análise crítica que certamente e conforme é habitual, os nossos prezados leitores farão.

 

LANÇAMENTO DA VERSÃO 2017 DA FOLHA DE CÁLCULO DE REDES DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS - Setembro 2016

É com muito gosto que informamos que a versão 2017 da nossa folha de cálculo “Excel”, que possibilita de uma forma expedita o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios dos tipos convencionais, se encontra em fase final de testes. Esta nova versão foi dotada de três novas capacidades, a saber:

  1. Compatibilização entre as disposições regulamentares nacionais relativas às bases de dimensionamento das bocas de incêndio armadas dos tipo carretel e teatro, com as respectivas características obrigatórias de desempenho hidráulico, nos termos das NP EN 671-1 e NP EN 671-2, por via da obrigatoriedade da marcação CE.
  2. Possibilidade de incorporação das características hidráulicas da tubagem de aspiração de forma integrada com a tubagem de compressão, possibilitando uma análise global da instalação.
  3. Explicitação automática e de forma gráfica das principais curvas hidráulicas da instalação e pontos de funcionamento esperados.

Como é habitual, a mesma já poderá ser obtida de forma gratuita, mediante solicitação via e-mail (info@apta.pt), explicitando o nome completo, função, designação da empresa e morada completa. Ficamos na expectativa da análise crítica que certamente e conforme é habitual, os nossos prezados leitores farão.

 

Publicação da APTitude n.º 53 – Maio 2016

Informamos da publicação do n.º 53 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque:

Análise da pressão de serviço aplicável a tubos de aço.

NORMALIZAÇÃO EUROPEIA E ISO – PARTICIPAÇÃO APTA

Actividade recente APTA no contexto da elaboração de normas Europeias e normas ISO.

NORMALIZAÇÃO EUROPEIA – PARTICIPAÇÃO APTA

Actividade recente APTA no contexto da elaboração de Normas Europeias.

Publicação da APTitude n.º 52 – Janeiro 2016

Informamos da publicação do n.º 52 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com os seguintes temas em destaque:

A: Análise dos requisitos regulamentares aplicáveis a bocas de incêndio armadas com mangueiras flexíveis.

B: Válvulas equipadas com união ranhurada para aplicação em redes de segurança contra incêndios em edifícios.

Segurança Contra Incêndios em Edifícios – Nova legislação

Decorridos cerca de sete anos sobre a data de entrada em vigor do regime jurídico definido pelo Decreto-Lei nº 220/2008, a ANPC constatou a necessidade de proceder a alguns ajustamentos, consistindo na clarificação de alguns aspectos do articulado, correcção de erros ou gralhas e pela harmonização de requisitos técnicos, tudo sem alterar os aspectos basilares da legislação.

NORMALIZAÇÃO EUROPEIA – PARTICIPAÇÃO APTA

Actividade APTA durante o 2º Quadrimestre de 2015 no contexto da elaboração de normas Europeias. 

NORMALIZAÇÃO EUROPEIA – PARTICIPAÇÃO APTA

Actividade APTA durante o 3º Quadrimestre de 2015 no contexto da elaboração de normas Europeias.

NORMAS EUROPEIAS ADOPTADAS – NOVA REFERÊNCIA

Forma de referenciar as normas europeias adoptadas a nível nacional

GASES COMBUSTÍVEIS

Regulação das entidades profissionais.

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS EM EDIFÍCIOS

A APTA participou no seminário sobre Segurança Contra Incêndio em Edifícios “EXTINÇÃO POR ÁGUA E POR AGENTES GASOSOS” – NOTAS TÉCNICAS DA ANPC 13 A 17”, realizado a 8 de Maio de 2015.

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS

Está eminente a republicação por despacho em Diário da República das Notas Técnicas ANPC N.ºs 13, 14 e 15 e a publicação as Notas Técnicas ANPC N.ºs 16 e 17.

Publicação da APTitude n.º 51

Informamos da publicação do n.º 51 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque:

Complementos ao dimensionamento de uma R.I.A. apresentado na APTitude n.º 50.

Lançamento da versão 2013 da folha de cálculo Redes de Sprinklers

Está disponível para os Exmos. Profissionais que efectuam dimensionamento de redes de segurança contra incêndios, a versão 2013 da folha de cálculo em “Excel” desenvolvida pela APTA, que possibilita de uma forma prática e rápida o dimensionamento de redes de segurança contra incêndios do tipo extinção automática – rede de sprinklers húmida.

Podendo o dimensionamento ser efectuado, à escolha do utilizador, com as perdas de carga calculadas pela fórmula de Flamant ou pela fórmula de Hazen & Williams, utilizando o sistema de canalização: Tubos de Aço e Acessórios em Fundição Maleável Roscados.

COMPLEMENTO DA GAMA DE TUBOS DE CANALIZAÇÃO Tubos de aço NP EN 10217-1

A empresa nossa Associada FERPINTA SA alargou a sua oferta aos tubos soldados de aço para aplicações sobre pressão em conformidade com a norma europeia NP EN 10217-1. Esta conformidade está devidamente certificada pela CERTIF, através do certificado n.º TAC-008/2012 emitido em 2012.04.15, com direito ao uso da marca Produto Certificado. As principais características técnicas são as seguintes:

  • Aplicações: redes de fluídos pressurizados à temperatura ambiente, com especificação da pressão máxima de serviço em função do diâmetro exterior, espessura da parede e características mecânicas do aço.
  • Classe de aço: P235TR1 (laminado a quente).
  • Processo de fabrico: conformação a frio e soldadura longitudinal por alta frequência.
  • Condição de fornecimento: como soldado (sem tratamento térmico).
  • Estado de fornecimento: preto ou galvanizado.
  • Estado das extremidades: lisas, ranhuradas ou roscadas (de forma compatível com a espessura da parede).

 

Publicação da APTitude n.º 43

Informamos da publicação do n.º 43 da nossa revista de informação APTitude; estando disponível para consulta ou transferência em formato ".pdf" na opção Documentação.

Com o seguinte tema em destaque:

Processos de ligação de tubagens de aço - continuação

© APTA 2021
Política de Privacidade | Termos e Condições | Adicionar aos Favoritos
Máquina Digital